Como falei, voltei para contar como foi a consulta do Heitor com o Neuro e Psiquiatra..
Marcamos para dia 04/01, na Apae de São Paulo, já que lá também atende por convênio.

Quem nos atendeu foi uma Neuro super atenciosa. Nos fez muitas perguntas e avaliou o Heitor. Também anotei algumas coisas que achamos diferente para falar pra ela e infelizmente o primeiro diagnóstico dela não foi o que esperávamos: Traços de Transtorno do Espectro Autista (TEA). Ela nos pediu uma avaliação com a Psiquiatra da própria Apae para confirmar ou não essa suspeita. Nos deu a guia e disse para voltarmos caso não fosse esse o diagnóstico. No caso de TEA, a Psiquiatra daria continuidade ao tratamento e orientações.

Saí de lá tentando agir normalmente e o marido estava com a fisionomia totalmente diferente. Nessa história toda acho que ele ficou bem mais chateado, já que o próprio irmão é especial (não é TEA, mas a dificuldade para os pais é praticamente a mesma) e ele viu de perto todas as dificuldades enfrentada pelos pais. Quando cheguei em casa foi uma explosão de sentimentos e meu sexto sentido dizendo que não era bem assim. Que ele poderia até ter alguma coisa, mas não TEA. Comecei a pesquisar bastante e vi que muitos sintomas o Heitor não tem. Não tem semelhança. Tentei me acalmar e aguardamos o dia da consulta com a Psquiatra,

Ontem, 09/01 era o dia. Estava marcado para as 7:00 e a Dra só chegou as 8:00. Eu estava muito brava. Acordei super cedo, o Heitor já estava impaciente no lugar, estávamos todos com muita fome e pra completar eu estava com inflamação na coluna, dor nível hard. Tava de cara feia mesmo! rsrs E a Dra percebeu. Ela nos chamou e fez milhares de perguntas sobre gestação, parto, rotina. Avaliou o Heitor e tentou interagir com ele (e conseguiu). Anotou tudo no PC e por fim virou e nos disse: Então, você põe ele na escolinha, continua com a Fono e diminui ao máximo a exposição as telas.
Nesse momento fiquei meio perdida. Aí falei: Só isso? O que a sra achou? Pois a Neuro escreveu na guia e nos falou que ele tem traços de TEA.
E ela disse que isso é padrão e que em todo atraso de fala eles escrevem isso na guia. Falou que pelo jeito é uma questão de tempo e estimulo.

Fiquei perdida mesmo e achei ela muito insegura, não sei explicar. É óbvio que irei procurar outras opiniões. E acho que a Neuro pecou em dizer que ele tem traços de TEA antes do diagnóstico da psiquiatra. Só serviu para nos deixar aflitos.

A pior coisa do mundo é consulta com médico que não te passa confiança, ainda mais envolvendo filho. Estou correndo atras para descartar qualquer coisa que ele possa ter e caso tenha, estarei em vantagem, pois quanto mais cedo o tratamento, melhor o resultado. Mas como isso acontece sem um médico disposto a avaliar decentemente a criança? Agora tenho que correr atrás de outros médicos e o tempo não para. Tempo que é tão valioso.

Eu realmente acho que não é nada (se Deus quiser!), mas preciso sentir segurança no médico antes de ficar totalmente tranquila. A saga continua. Preciso acabar logo com isso e fazer o que for necessário para ajudar meu filho.

Orem por nós!
Beijos

Todo ano compramos uma coisinha ou outra para o Heitor. Esse ano comprei três presentes, mas com um valor super acessível, afinal, logo eles enjoam dos brinquedos. Inclusive esse ano doamos brinquedos que estavam em perfeito estado.  Fazemos o bem e ainda por cima ganhamos espaço. Essa é uma tradição que quero sempre manter: Todo ano desapegar e fazer a alegria de outra criança.

Deixa eu mostrar as aquisições que eu amei!!!
Estava doida pra comprar esse. Acho super legal esses brinquedos educativos e que incentivam a criança a pensar. Infelizmente aqui no Brasil o preço desses brinquedos não são bons... Ainda bem que existe o Aliexpress. Paguei R$ 16,00.
Outro que comprei no Aliexpress. O Heitor ama brincar no banho. Ele vai amar brincar de colar isso no azulejo. No total são 36 peças, mas no começo irei usar somente as vogais e os números. Paguei R$ 4,00.
Mais um para o banho e mais um comprado no Aliexpress (todos, né?). Esse vem com uma ventosa pra colocar no azulejo. A criança põe água no compartimento de cima e cada parte do brinquedo tem uma reação diferente. Paguei R$ 25,00.

E por aí, muitos presentes?
Beijos
Não consegui passar aqui pra desejar um Feliz Natal, mas agora sim.
Quero desejar a todas vcs um lindo 2018, com muita saúde e realizações.
Vamo que vamo, mais um ano cheio de esperança e novas possibilidades.
Beijos
Tô aqui tentando colocar esse blog em dia, o que tá difícil, mas acho que vou conseguir.

Ando com muitas idéias de posts e tal, mas ultimamente estou com disposição zero pra vir aqui. Ando muito cansada ultimamente, com moleza no corpo... Até comprei algumas vitaminas e espero que ajude. Poxa, gente... Tenho 28 anos, né? Não posso estar tão morta assim! hahaha

E ontem o meu menino completou 2 anos e 3 meses de muita lindeza. As vezes ele parece um sonho, não consigo acreditar que esse anjo tão lindo é meu filho.

Temos mais uma pequena evolução na fala: Aprendeu a falar "Bou" (acabou), "Auau" (cachorro), Xixi, Cocô e Vovô. Pode não parecer muita coisa, né? Afinal já era pra ele tá falando muiiitooo mais. Mas eu estou agradecida por ele estar evoluindo, mesmo que pouco. E como ontem foi dia de Pediatra, conversei bastante e pedi encaminhamento para o Neuropediatra, mas ela já iria me passar de qualquer forma. Ela também falou que agora está confirmado o atraso na fala e por isso iremos investigar mesmo. Tem que ser com muita emoção, né? rsrs Heitor está com 13100kg e 90cm. O crescimento e ganho de peso está ótimo, segundo ela.

Marquei o Neuro para dia 04/01 e volto aqui pra contar sobre a consulta e avaliação dele.

De resto, tô aqui ensaiando o desfralde e quem sabe o desmame. Como ele irá começar na escolinha no próximo mês, acredito que irá ajudar muito. Xixi e Cocô ele já sabe falar e já sabe o que é, mas não avisa quando vai fazer ou quando fez. Tô esperando sentir que ele está pronto, por enquanto, sinto que quase... Falta um pouco ainda.

Ah, e agora os últimos dentes superiores rasgaram. Dentição completa aos 2a e 3m. Não deu trabalho nenhuma, graças a Deus.

Esse mês também completamos 3 anos de blog. Que rápido, né? Meu espacinho onde posso compartilhar e registrar esses momentos. Imagino ler isso tudo daqui a 10 anos, vai ser demais.

É isso, gente! Bebezão crescendo, tempo voando, mamãe já com saudades.

Beijos <3
Mais um mês e eu super atrasada por aqui.

Dia 18/11 o Heitor completou 2 anos e 2 meses. E que marco foi esse!

Está super espertinho, carinhoso, bravinho e organizado. Sim, organizado. Não pode ver uma gaveta aberta, ele fecha. Tudo tem que estar em seu lugar, se não estiver, ele coloca no lugar (cadeira de mesa, enfeites da casa, cestos, móveis). Encontrou algum papel, plastico ou sujeirinhas no chão? Ele pega e joga no lixo. Já me ajuda a colocar a mesa para almoço e jantar (do jeitinho atrapalhado de criança, mas o importante é tentar), me ajuda a guardar compras nos armários e geladeira. Uma graça!

Claro que isso tudo é na brincadeira, incentivando de forma bem saudável e divertida. Já que tenho que os afazeres de casa, ele se diverte comigo enquanto aprende e o serviço fica mais leve e gostoso para o meu lado. E futuramente ele vai ter suas tarefas em casa sim! Aqui todo mundo ajuda.

Referente a fala... Está evoluindo, graças a Deus. Ainda falta muito, mas sinto que a cada dia ele desenvolve mais. Aprendeu falar as vogais, aprendeu a falar "Alô". Está falando corretamente Papai, Mamãe e Vovó. As vezes, quando ele quer, repete uma palavra ou outra. Mas só quando ele quer mesmo. Não sei se essa evolução foi pela Fono ou não, pois sinceramente, não vejo nada demais nas sessões. Porém, aqui em casa pegamos firme: Musicas, muita leitura e e por incrível que pareça desenhar em lousa mágica e falar o objeto ajudou muito. Foi assim que ele aprendeu a falar as vogais.

Alimentação e sono estão ótimo, graças a Deus. Esse mês ele deu algumas acordadas inesperadas de madrugada, mas já voltou ao normal.

E está decidido: Em Janeiro/18 o Heitor começa na escolinha. Gente, ele tá em uma fase que não pode ver outra criança que já vai lá fazer amizade. Fica todo feliz! Ele realmente está dando sinais claros de que precisa ir na escolinha. Aqui ele fica comigo, com pouquíssimo convívio com outras crianças. Ele tá precisando e por isso, em Janeiro, sem falta ele começa. Tô com um pouco de medo, mas creio que dará tudo certo.

É isso gente.

Vou tentar voltar logo pra falar mais sobre a mamãe também... hahaha

Beijos